sexta-feira, setembro 17, 2021

AUSÊNCIA I

 

Mesmo 

na tua ausência…

Ouço a tua voz

na escuridão…

E o teu desejo….

ressoa 

ainda

na minha pele….



FOTO DE MAGDALENA RUSSOCKA

8 comentários:

  1. O amor está entranhado no coração...Lindo! beijos, chica

    ResponderEliminar
  2. Olá, querida amiga Marta!
    Assim se dá.para nossa sorte...
    Não é preciso a presença física para um grande Amor acontecer. Ele se perpetua no coração.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderEliminar
  3. Vibrações de al<ma e de pele...

    Muito belo, Marta. Beijinho.
    ~~~

    ResponderEliminar
  4. Quem ama, na ausência do seu amor, pensando nele, sente as vibrações percorrerem o corpo, em forma de arrepio e ou suor.
    Poemas lindíssimo.
    .
    Bom fim-de-semana
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  5. Bom dia, Marta!
    Um poema que "respira" amor! Lindo demais.

    Um ótimo final de semana para você
    Bjs, Marli
    -
    Meu reino pra rever aquela tarde

    ResponderEliminar
  6. Y es que no solamente la voz produce el eco.

    ResponderEliminar
  7. É o amor... é a paixão que vibram, ainda que na ausência do amado!
    Belo poema, Marta!
    Bom final de semana, beijo
    Valéria

    ResponderEliminar
  8. Quando a ausência é "apenas" um detalhe...

    ResponderEliminar

TODOS OS POEMAS DESTE BLOG SÃO UNICA E EXCLUSIVAMENTE DE MINHA AUTORIA (MARTA VINHAIS)

POEMA DE SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua