segunda-feira, julho 04, 2022

SER

 

Quem sou eu hoje?...

Hoje, em que 

não há palavras

escritas ou ditas

e as próprias cores 

escondem-se

na sombra….



DE DUONG QUOC DINH

domingo, julho 03, 2022

SENTIDO

 

Não sei porquê…

mas ainda tropeço

no tempo dos verbos

e nada do que digo…

faz qualquer sentido….

Por isso…

escondo-me na nudez

da Noite…

para que a Alma

volte a gritar…

até que tudo faça

novamente

sentido….



DE LAURA MAKEBRESKU


sexta-feira, julho 01, 2022

NADA DE NADA

 

Pensei…

Ah, tanta coisa

que eu penso….

mas que afinal

não leva a nada…

Leva apenas…

a uma grande solidão…

que continua

a arrastar-me 

pelos labirintos da insónia….


DE KATERINA PLOTNIKOVA

quinta-feira, junho 30, 2022

DESAFIO JUNHO



Hoje

deixo que me envolvas

no teu manto sombrio

Hoje deixo

que fales sobre mim

no teu poema cheio de fúria,

de dor...

Ameaça o Vento

Assusta a Chuva

Mas lembra-te...

Eu volto amanhã

Glorioso...

POEMA ESCRITO EM 2015

O desafio deste mês é ser GLORIOSO/A.

Num poema, num texto veemente, vibrante de vida e amor...

Não há sombras, fúria ou dor....

A partir de " Eu volto amanhã... Glorioso" escrevam, surpreendam-me... e não se esquecem que é importante mencionar a frase " Mas lembra-te..."

Boa Sorte....


terça-feira, junho 28, 2022

DESAPARECER


Gosto…

de te roubar palavras,

de fantasiar

que sou a tua Musa

e que descreves

o teu desejo

na minha pele….

Mas hoje….

as palavras desaparecem…

e eu…

apenas vagueio

pelas memórias….





 DE ALEX DIACONU

segunda-feira, junho 27, 2022

BRILHO DO SOL

 

Hoje…

esta página volta

a ficar em branco…

Porque as horas…

as horas continuam

a ser

longas,

dolorosas,

vazias…

E eu estou sozinha

na praia

com as gaivotas

a dançarem

no brilho do Sol…



DE DENIS NUNEZ RODRIGUEZ

sexta-feira, junho 24, 2022

DIA CLARO



Continuo… 

a desejar que

a vida seja 

tão simples

como o voo das gaivotas

num dia claro de Sol…

Mas nada é…

simples,

ou calmo….

Se a Vida desperta…

e, às vezes…

é violenta….





 DE LAURA MAKEBRESKU

quinta-feira, junho 23, 2022

EM PAZ

 

Hoje…

foi um dia calmo,

bonito…

E eu…

eu estive em paz…

Com o mar

a beijar-me os pés…

e a fazer-me

sonhar….

com os Deuses

no Olimpo….


DE LAURA MAKEBRESKU

quarta-feira, junho 22, 2022

SEI LÁ

 

Pedem-me

as palavras…

  • sei lá eu porquê -

que escreva sobre 

a Alegria…

Com letras maiúsculas ….

Para que a Alma

finalmente

rejubile…



DE ELENA PALACIO

terça-feira, junho 21, 2022

VOLTAR

 

Esta noite…

volto a respirar…

Profundamente…

Estive perdida,

afoguei-me 

na minha própria

mágoa…

E depois….

senti

os teus braços em mim…

e vivi

novamente….

uma noite de paixão

arrebatada…



DE LAURA MAKEBRESKI

segunda-feira, junho 20, 2022

SIMPLES

 

Hoje…

volto a falar

de cores….

Pelo simples prazer

de as sentir…

a seduzirem-te

novamente…

numa noite

louca de paixão…



DE ELENA PALACIO


sábado, junho 18, 2022

DELICADAMENTE

 

Continuo

com esta mania

de ser um Super Herói….

Mas…

quando volto a sentir

a tua mão

a tocar-me,

suave,

e delicadamente

no tornozelo…

Já não penso…

em Super Heróis...



DE DENIS NUNEZ RODRIGUEZ


quarta-feira, junho 15, 2022

ALÉM DE

 

Nada…

eu sei que nada…

é tão simples….

como escrever um poema

com as gotas da chuva….

Iludo-me…

Ah, sim, eu sei que tudo

se dispersa,

e fica reduzido a pó….

Mas que mal há…

em querer viajar

para além das nuvens?....



DE DARIA PETRILLI

EM MEMÓRIA

 

Não tenho pressa...

O tempo que tenho dedico-o

ao meu príncipe esfarrapado...

Perdido em memórias

que não são bem memórias...

O tempo não é nada;

o mundo...o que é o mundo?

Não sei responder,

porque não há palavras....

Há, sim, amor e dedicação....

Todos os dias do ano,

sem excepção...


POEMA ESCRITO EM 2010


Sei que não dormiste bem hoje...
Por minha causa, filha?
Mas porquê, se estou bem?
Se estou a zelar por ti,
tal como te disse o teu amigo
quando te abraçou
e te deixou chorar???
Porque tens que chorar, filha
e não te preocupes com os outros,
sempre a dizerem 
que tens que ser “forte”...
Chora o tempo que quiseres: 
eu escuto-te....
Sei que nem sempre te compreendi,
não te deixei voar como devia....
Mas, filha,
trataste-me sempre como um rei;
deixaste-me partir 
em paz e com dignidade....
E isso é a melhor prenda...
que alguma vez me deste.....

POEMA ESCRITO EM 2011


Em memória do meu Pai

15/6/1922 - 30/7/2011


segunda-feira, junho 13, 2022

LUZ PRATEADA

 

Esta noite….

sou o porta-voz

das memórias…

As memórias

de abraços quentes

e paixões arrebatadas….

E sonho…

com palavras

de amor….

Livres

e sedutoras….

na luz prateada

da Noite…


DE BASIA STANKIEWICK

sábado, junho 11, 2022

OS " PORQUÊS"

 

Se pudesse…

responderia

às minhas próprias

perguntas….

Mas a verdade é…

que vivo rodeada

de “ porquês”....

Essa pequena palavra

tão vaga,

tão enganadora…

Que…

mesmo num dia quente

de Verão…

me faz sentir

gelada…


DE LAURA MAKABRESKU

sexta-feira, junho 10, 2022

PEQUENAS E LOUCAS

 

Como eu gostava….

que escutasses…

Os meus sonhos,

os meus desejos,

e até as minhas alegrias…

Mesmo que sejam

pequenas e loucas….

Mas tu…

Tu não escutas ninguém….



DE ANATOLIY KALUGIN


quinta-feira, junho 09, 2022

NADA IMPORTA

 

Continua…

a estar tudo

às avessas…

E eu grito…

Mas não sei

se é de dor

ou se é

apenas

de frustração…

Porque agora…

pois, agora 

nada importa….



DE DARIA PETRILLI

quarta-feira, junho 08, 2022

ABORRECIDA

 

Hoje…

a palavra de ordem é…

“aborrecida”…

Pensei…

em separá-la

em vogais 

e consoantes

e escrever uma história

para cada uma…

Tal como

histórias de piratas

e donzelas em perigo,

de amores contrariados

e aventuras épicas…

Mas depois…

senti um sorriso

a desenhar-se

nos lábios…

e esqueci-me…

que tinha começado

o dia….

aborrecida….



DE DARIA PETRILLI