sábado, dezembro 05, 2020

NOITE LONGA

 

Até pode…

não haver Luar…

Até pode…

ser uma noite longa,

solitária…

Mas eu sinto-me

livre no prazer

dos corpos...



FOTO DE ALEX KRIVTSOV

quarta-feira, dezembro 02, 2020

DEIXAR


Para quê…

falar de beijos?...

Para quê...

debater se é

o princípio ou o fim

do prazer...

Se não estás comigo…

E tudo deixou 

de ser único….



IMAGEM DE VICTOR HAMKE

segunda-feira, novembro 30, 2020

LÁ FORA

 

Hoje…

a tristeza entranha-se

em mim…

E culpo-me…

Porque deixei

que o Mundo lá fora

me encurralasse

no deserto do Tempo…



FOTO DE ALEX KRITSOV

domingo, novembro 29, 2020

DESAFIO DE NOVEMBRO

 Esta é...

Uma carta escrita para apaziguar a dor…

A dor que fala alto…

A dor que não se compreende e que grita no silêncio do corpo…

Só as palavras me ouvem… 

A chuva chora comigo e o Vento sussurra-me carícias…

Tenho medo… Já não é o medo de te perder…

É o medo de não me apaixonar pelas palavras…

Por isso, escrevo esta carta… Escrevi frases curtas de propósito…

Talvez o Vento a leve até ti… Mas agora não faço questão…

Porque é só uma carta escrita para apaziguar a dor…

TEXTO ESCRITO E PUBLICADO EM 2014



O desafio deste mês é simples:

escrever uma carta e falar sobre:

a dor que fala no silêncio do corpo, o medo de não encontrar a paixão

Obrigatoriamente, as palavras " questão" e " de propósito" têm que aparecer no vosso texto/carta.

Sugestão de música de fundo: " Adios Nonino"  de Astor Piazzola

Boa Sorte....