segunda-feira, setembro 20, 2021

LENTAMENTE

 

Esta noite….

o tempo fica 

esquecido

nas suas 

próprias memórias….

Porque eu…

decifro

lentamente...

os segredos

da tua pele….



FOTO DE SLEVIN AARON

9 comentários:

  1. A noite continua a ser um lugar de sobrevivência de todas as memórias que o amor concede... Muito belo, minha Amiga Marta.
    Cuide-se bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo-

    ResponderEliminar
  2. Bom dia de paz, querida amiga Marta!
    A noite tem seus mistérios e privilégios.
    Que ela nos seja favorável aos pensares!
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderEliminar
  3. Linda seja a noite com todos os seus sonhos e mistérios e que o amor seja uma brisa leve refrescante.
    Muito bonito poema Marta.
    Feliz semana com poesia.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  4. E COMO É BOM SABER DECIFRAR...lINDO! BJS, CHICA

    ResponderEliminar
  5. Muito bom. Gostei bastante!:))
    .
    Beijo, e uma excelente semana!:)

    ResponderEliminar
  6. Descifrar los secretos de la piel ya es mucho. Descifrar lo que hay más allá de la piel y del cerebro y de las vísceras es una tarea que lleva su tiempo y su esfuerzo.

    ResponderEliminar
  7. Como seria bom, parar o tempo nos momentos especiais da vida.
    Lindo poema.
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde Marta,
    Belíssimo poema, que muito apreciei.
    A noite é a melhor conselheira.
    Um beijinho e ótima semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  9. As memórias pouco importam quando se decifram os segredos...

    ResponderEliminar

TODOS OS POEMAS DESTE BLOG SÃO UNICA E EXCLUSIVAMENTE DE MINHA AUTORIA (MARTA VINHAIS)

POEMA DE SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua