quinta-feira, julho 01, 2021

AMARGURA DO TEMPO


Hoje…

cansei-me de falar

de ti…

Não quero continuar

a vaguear sozinha

pela Noite…

e a perder-me…

na amargura do tempo...


FOTO DE VIKTORIA HAACK


13 comentários:

- R y k @ r d o - disse...

Não precisa de falar ... basta pensar, lol

Gostei muito de ler esse vaguear sozinha pela noite ...
.
Cumprimentos
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Cidália Ferreira disse...

...Há dias assim! :)
-
Amor em tempo de pandemia...
-
Beijos, e um excelente dia...

chica disse...

Lindo e intenso teu sentir...beijos, chica

Fê blue bird disse...

Há que encontrar o meio termo querida Marta.

Um beijinho

Arthur Claro disse...

Lindos versos, parabéns.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com

Jaime Portela disse...

Nada há que não canse...
Belas palavras, como sempre.
Bom fim de semana, amiga Marta.
Beijo.

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Magnifico poema!
Por vezes o silêncio é o nosso melhor aliado.
Um beijinho e bom fim de semana.
Ailime

SE TENS UMA ALMA NELA HABITA POESIA disse...

Belo poetar. Uma boa tarde e um belo fim de semana

José Alex Gandum disse...

Há alturas na vida em que é preciso decidir basta...

Lua Singular disse...

Oi Marta,
Não sei se vou chegar ao seu intento, mas quis muito participar.
Você é nota mil em tudo que escreve, não tenho pretensão de ser a melhor e sim melhorar um pouco mais.
Sou doente e passo o dia a ler em livros, talvez um dia chegue ao seu patamar.
Agradeço o comentário
Beijos no coração
Lua Singular

Lua Singular disse...

Oi Marta,

É a pura verdade, desde que Deus fez o homem, a sua maioria vai apodrecendo pela ganância de ter e ter mais que seu irmão. Pra que essa "gula" de poder? Se um dia todos iremos para no mesmo lugar? Cada um ao seu dia?
Um linda noite Marta!
Beijos
Lua Singular

Lua Singular disse...

Oi Marta,

Se não soubermos cuidar do nosso ego iremos cair num abismo sem volta então, que saibamos com quem conversar. Talvez com pessoas que nos façam sorrir, nos deixam mais atentos aos estudo, pois o futuro é incerto e a vida é um sopro.
Que saibamos viver sem machucar os outros, mesmo que seja com um olhar, pois a lei do retorno é doída.
Uma linda noite!
Lua Singular

Majo Dutra disse...

Tempos, mesmo, amargos...

Já lhe disse que aprecio os seus poemas?
Não aprecia o baile espanhol?

Beijinho, Marta.
~~~~