segunda-feira, setembro 20, 2021

LENTAMENTE

 

Esta noite….

o tempo fica 

esquecido

nas suas 

próprias memórias….

Porque eu…

decifro

lentamente...

os segredos

da tua pele….



FOTO DE SLEVIN AARON

9 comentários:

  1. A noite continua a ser um lugar de sobrevivência de todas as memórias que o amor concede... Muito belo, minha Amiga Marta.
    Cuide-se bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo-

    ResponderEliminar
  2. Bom dia de paz, querida amiga Marta!
    A noite tem seus mistérios e privilégios.
    Que ela nos seja favorável aos pensares!
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderEliminar
  3. Linda seja a noite com todos os seus sonhos e mistérios e que o amor seja uma brisa leve refrescante.
    Muito bonito poema Marta.
    Feliz semana com poesia.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  4. E COMO É BOM SABER DECIFRAR...lINDO! BJS, CHICA

    ResponderEliminar
  5. Muito bom. Gostei bastante!:))
    .
    Beijo, e uma excelente semana!:)

    ResponderEliminar
  6. Descifrar los secretos de la piel ya es mucho. Descifrar lo que hay más allá de la piel y del cerebro y de las vísceras es una tarea que lleva su tiempo y su esfuerzo.

    ResponderEliminar
  7. Como seria bom, parar o tempo nos momentos especiais da vida.
    Lindo poema.
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde Marta,
    Belíssimo poema, que muito apreciei.
    A noite é a melhor conselheira.
    Um beijinho e ótima semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  9. As memórias pouco importam quando se decifram os segredos...

    ResponderEliminar

TODOS OS POEMAS DESTE BLOG SÃO UNICA E EXCLUSIVAMENTE DE MINHA AUTORIA (MARTA VINHAIS)

POEMA DE EUGÉNIO DE ANDRADE

Passamos pelas coisas sem as ver,
gastos, como animais envelhecidos:
se alguém chama por nós não respondemos,
se alguém nos pede amor não estremecemos,
como frutos de sombra sem sabor,
vamos caindo ao chão, apodrecidos.