domingo, julho 03, 2022

SENTIDO

 

Não sei porquê…

mas ainda tropeço

no tempo dos verbos

e nada do que digo…

faz qualquer sentido….

Por isso…

escondo-me na nudez

da Noite…

para que a Alma

volte a gritar…

até que tudo faça

novamente

sentido….



DE LAURA MAKEBRESKU


10 comentários:

hanna disse...

Muy buenas tus letras!!!Abrazo

" R y k @ r d o " disse...

Encanto poético que me fascinou ler.
Cumprimentos

Fackel disse...

¿Y si acaso en lugar de tropezar lo que haces es jugar traviesamente con los verbos?

Nal Pontes disse...

Lindo poema. Parabéns

Graça Pires disse...

A nudez da noite: o lugar de sobrevivência das palavras do Poeta, onde tudo ganha sentido. Belíssimo, Marta.
Uma boa semana com muita saúde.
Um beijo.

Jaime Portela disse...

O grito da alma pode ter vários tempos...
Excelente poema, gostei imenso.
Boa semana, querida amiga Marta.
Um beijo.

Paula Saraiva disse...

Excelente poema que tanto gostei. Boa Tarde. Beijinhos

Verena disse...

Lindo poetar, Marta
Te desejo uma abençoada nova semana.
Um carinhoso abraço.
Verena.

Mister Vertigo disse...

Como é bom saber que a poesia ainda navega na net.
Muito boa tarde!

José Alex Gandum disse...

"Não sei porquê… mas ainda tropeço no tempo dos verbos"... simplesmente lindo, magnífico. Palavras que só por si podem contar histórias...