domingo, outubro 17, 2021

DISCURSOS DE CHUVA (TEMA CHUVA - POEMA 3)

 

Hoje é 

uma noite de chuva…

O palco perfeito

para falar de 

memórias gloriosas

e desejos veementes…

Mas a chuva…

fustiga-me 

com os seus lamentos…

E eu volto... 

a não saber 

por quem

espero….


POEMA ESCRITO EM SETEMBRO 2021

FOTO DE SLEVIN AARON

8 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Muito bom!!
Parabéns!
-
Traçando os caminhos sombrios
-
Beijos, e excelente fim de semana.

Roselia Bezerra disse...

Boa notie de domingo, querida amiga Marta!
Chove fininho aqui e seu poema veio acalentar meu coração.
Triste demais não termos a quem esperar, é como a chuvinha fininha em alguns dias...
Tenha uma nova semana abençoada!
Beijinhos com carinho de gratidão e estima

Fackel disse...

En noches así uno se debate entre nostalgias, frustraciones y deseos inconfesos, pero se superan.

Graça Pires disse...

A noite de chuva. A espera. As memórias. Tudo a confundir-se com as lágrimas mesmo que estas não escorram pela cara. Belíssimo!
Uma boa semana com muita saúde, minha Amiga Marta.
Um beijo.

Majo Dutra disse...

Essas memórias são o melhor que levamos deste mundo...
Um belo poema, na intimidade da chuva...
Boa semana, estimada Marta. tudo bom. Beijinhos
~~~~~~

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Gostei deste belíssimo poema!
A chuva costuma ser boa conselheira.
Que ela seja sua cúmplice nessa espera.
Um beijinho e boa semana.
Ailime

lua singular disse...

Marta,
Parabéns pelo lindo poema.
Parece o dia a dia do amor
Beijos no coração
Lua Singular

José Alex Gandum disse...

A chuva torna difusos os cenários...