terça-feira, junho 28, 2022

DESAPARECER


Gosto…

de te roubar palavras,

de fantasiar

que sou a tua Musa

e que descreves

o teu desejo

na minha pele….

Mas hoje….

as palavras desaparecem…

e eu…

apenas vagueio

pelas memórias….





 DE ALEX DIACONU

7 comentários:

TODOS OS POEMAS DESTE BLOG SÃO UNICA E EXCLUSIVAMENTE DE MINHA AUTORIA (MARTA VINHAIS)

POEMA DE SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua