HISTÓRIAS DE PAIXÃO

 

Esta noite…

vamos ignorar

o que o Mundo

tem a dizer…

Vamos…

deixar que

o Sol invada

o espaço…

e nas paredes,

escreva

histórias de Amor

impossíveis…

E depois…

muito depois…

que sejam

os nossos Corpos

a reescrever

essas mesmas histórias

na Paixão

do Tempo…


Poema escrito em Abril 2024 por MV@MartaVinhais@


Foto de autoria de TamillaArt


Comentários

Os corpos procuram-se... Em vão.
Um abraço.
J.P. Alexander disse…
Profundo y bello poema. Te mando un beso.
Eduardo Medeiros disse…
Olá.

Belíssimo poema!!!

abraços
E que não existe Tempo em qualquer noite que os corpos reescrevam histórias...

Mensagens populares deste blogue

NAS MINHAS MÃOS

GRITO

O QUE PERDI