sexta-feira, julho 28, 2006

SEM CONDIÇÕES


Não digas o teu nome: ele é Esperança
vai até aos que sofrem sozinhos
à margem dos dias
e é a palavra que não escrevem
sobre as quatro paredes do tempo
o admirável silêncio que os defende
ou o sorriso o gesto
a lágrima que deixam nas mãos fiéis
Alexandre O’Neil

O meu comentário??
A esperança - por vezes, a única coisa que nos prende à vida.
Por vezes, é bastante exigente, porque quando se sofre sozinha, é porque se está isolada do mundo e não sabe como quebrar uma barreira, que nós próprios impusemos e não deixamos derrubar.
Talvez, porque alguém nos amordaçou,
traíu e realmente a esperança é tentar confiar novamente....
Porque há anjos e pessoas que têm o coração aberto para amar sem condições...

terça-feira, julho 25, 2006

DECLARAÇÃO DE AMOR

Em teu macio olhar
repousa o meu.
E na face polida assim formada
se reflecte e recria
o próprio céu
Daniel Filipe - A Invenção do Amor e Outros Poemas

O meu comentário?
Perante tal declaração de amor, quem é que fica indiferente e se nega a amar?
O meu olhar reflectiu e recriou mil vezes a face dele e escreveu o nome dele no céu, com a ajuda das estrelas...
Não sei se ele viu..............