sábado, outubro 25, 2014

VIVA



Gosto de sentir o Vento
nas noites cálidas...
Como ele interrompe o meu silêncio
e o inunda com histórias....
Às vezes, macabras...
Outras...
deixa apenas que agradeça ao Mundo
o facto de estar viva...




TELA DE ROBERT KROEGLE

quarta-feira, outubro 22, 2014

O VENTO



Que notícias me trazes tu, oh Vento?
Há qualquer coisa que me escondes, porque não paras de brincar comigo!
Abres-me o casaco, puxas-me a echarpe e insinuas-te como um amante ardente aos meus cabelos! 
Oh, não, não deixes que sejam más notícias, Vento!
Deixa que feche os olhos e te siga! 
Não importa para onde; apenas quero sentir o que tu sentes, o que fazes quando os todos poderosos te desafiam e como proteges quem de ti não tem medo! 
Não, Vento, não tenho medo de ti!
Respeito-te, observo de longe as tuas fúrias, mas fico quieta, à espera que sossegues. 
Porque tu escutas-me, Vento e levas as minhas palavras aos ouvidos de quem também te sabe escutar!!!


FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

UMA DAS MINHAS PRIMEIRAS TENTATIVAS DE ESCRITA (EM 2004)

domingo, outubro 19, 2014

EXÍLIO



Esta noite,
escondo-me na escuridão
Porque me sinto frágil,
e nada tranquila...
Exilo-me na noite,
desvio o olhar do tempo
e esqueço-me...
Esta noite,
deixem-me ser
apenas uma sombra...



IMAGEM DE MARY QIAN