sábado, outubro 28, 2006

AS PALAVRAS


Ponho palavras em cima da mesa: e deixo
que se sirvam delas, que as partam em fatias,
sílaba a sílaba, para as levarem à boca -
onde as palavras se voltam a colar, para cairem
sobre a mesa

Verbo de Nuno Júdice - As coisas mais simples

O meu comentário??
Jogos de palavras...
Discussões...
Mentiras....
Ou confissões de amor?
Tudo se passa à volta da palavra,
às vezes nasce a mágoa,
mas também cresce a paixão...

quarta-feira, outubro 25, 2006

MENSAGEM DAS GOTAS

As coisas mais simples, ouço-as
no intervalo do vento, quando um
simples bater de chuva nos vidros
rompe o silêncio da noite, e o
seu ritmo se sobrepõe ao das palavras
Poema de Nuno Júdice - As coisas mais simples

O meu comentário??
Há mais alguma coisa a acrescentar?
A sentir?
Estar-se sentada, aconchegada,
abraçada a quem amamos...
Sonhar com uma música,
cantarolar versos sem rima....
Para quê perder tempo
a procurar coisas sofisticadas,
quando a beleza está efectivamente
em ouvir a mensagem
que as gotas de chuva escrevem na janela??