quinta-feira, maio 26, 2016

DESORDENADAS


Confesso…
Que perdi as palavras…
Deixei-as sem cor, sem ânimo…
Desordenadas numa folha lisa…

Confesso…
Que estou sem rumo…
Sem histórias, sem risos…
Continuo presa no deserto,
fechada em mim,
sem esperança de voltar ao Mundo…

Confesso…
Que não sei o que confessar…
Estou confusa, estou triste…
Estou só…


DA PÁGINA "DISCOVER ART"

segunda-feira, maio 23, 2016

TERRA DO NUNCA



Ando à procura…
Do Peter Pan e da Terra do Nunca
Onde a palavra “nunca” não existe
e a magia torna qualquer sonho possível…
Não sei se a encontrarei algum dia…
Ou se terei palavras para a descrever
Mas sei que continuarei a procurá-la…


DE ELZBIETA BROZEK