sábado, março 08, 2008

MUITO E POUCO

Se desejas tanto a liberdade e a felicidade,
porque não vês que trazes ambas dentro de ti?
Diz que são tuas e tê-las-às.
Age como se fossem tuas e sê-lo-ão.
"

Richard Bach - do livro "Ilusões" ***


O meu comentário???
A nossa liberdade e a nossa felicidade...
Fala-se muito....pouco se sente....
Porque o mundo não é perfeito....nem nós o somos....
Mas estar consciente do que podemos fazer....
Para encontrar....comunicar.....agir.....
Por nós e pelos outros....por muito banal que isso soe...
A liberdade e felicidade residem aí....
Por se tornam a verdade....e de banal a verdade nada tem....

****Citação já colocada no blog, mas comentário reescrito

quinta-feira, março 06, 2008

FELIZ

Nenhum desejo neste domingo


nenhum problema nesta vida


o mundo parou de repente


os homens ficaram calados


domingo sem fim nem começo.





A mão que escreve este poema


não sabe o que está escrevendo


mas é possível que se soubesse


nem ligasse.





Carlos Drummond de Andrade - Poema Que Aconteceu



O meu comentário???

O mundo continua a girar...

Mas o dia pertence-nos por completo...

Não há relógio, não há pressa...

Há só o amanhecer e o anoitecer...

Porque não dedicar o dia a apreciar os reflexos do dia?

Estudar os humores da flor?

Comparar sorrisos?

Ou dançar ?

O mundo continua a girar...não há qualquer dúvida....

Mas hoje....gira para nós....

quarta-feira, março 05, 2008

CONFESSAR

Paulo Leminsk

8.




parem



eu confesso



sou poeta







cada manhã que nasce



me nasce



uma rosa na face







parem



eu confesso



sou poeta







só meu amor é meu deus







eu sou o seu profeta



O meu comentário???

Falar, sentir amor....

Nem todos somos poetas...

Nem todos encontramos palavras...

Para o encantar....

O amor não se encanta...ama-se....

Expressa-se nas palavras...acorda....

Razões...desejos....sonhos...

Concretiza verdades.....

Somos, então todos poetas....

Porque o vivemos.....................

segunda-feira, março 03, 2008

COMO NA VIDA

Viajar pela leitura



Viajar pela leitura

sem rumo, sem intenção.

Só para viver a aventura

que é ter um livro nas mãos.

É uma pena que só saiba disso

quem gosta de ler.

Experimente!

Assim sem compromisso,

você vai me entender.

Mergulhe de cabeça na imaginação!


Clarice Pacheco

O meu comentário???
Ler...uma das minhas paixões...
Entro no enredo...vivo e sofro as desilusões e os amores...
Sou a personagem principal...ou a criança abandonada....
Disparo a arma....ou sou a enfermeira que conforta o doente....
Ou não sou ninguém....e leio apenas....
Sem alma....sem paixão....
O livro não teve qualquer significado
....não me disse nada...
Fico triste...
como se tivesse perdido alguma coisa....
Os livros....
amam-se e detestam-se tal como na vida...
Também não são perfeitos............

domingo, março 02, 2008

LIMITES E DIGNIDADE

E se me achar esquisita, respeite também.


até eu fui obrigada a me respeitar.



Clarice Lispector

O meu comentário???
O que é o respeito?
Essencial...vital....
Por vezes, tudo o que resta....
.respeito por nós próprios....
Perdeu-se a noção do respeito....
talvez seja por isso que nos sentimos perdidos....
Talvez seja por isso que nos achem diferentes....
Mas como respeitar alguém que não sabe o que é o respeito?
O que implica? O que obriga?
Limites....e dignidade....
Cabeça erguida e olhar directo..........