quinta-feira, agosto 03, 2006

OS PORQUÊS


Em todos os jardins hei-de florir,
Em todos beberei a lua cheia,
Quando enfim no meu fim eu possuir
Todas as praias onde o mar ondeia.
Sophia de Mello Breyner Andresen

O meu comentário??
Força, vontade de viver - de que nunca devemos desistir!
Por vezes, sinto que estou próxima do abismo,
sinto que vou desistir......
Qualquer coisa faz com eu "regresse", "possua",
"desenterre" o que escondo e não quero ver e
continuo..........
Não, não me posso debruçar
sobre os porquês
e os quês!!!

segunda-feira, julho 31, 2006

SILÊNCIO DO CORAÇÃO


Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor
já se não passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.

Eugénio de Andrade "Os Amantes sem Dinheiro"

O meu comentário??
Por vezes, temos essa sensação - de que esgotamos todas as palavras, todos os argumentos válidos para estarmos juntos.
Ficamos admirados por agora essas palavras estarem completamente vazias de sentido, tal como o amor...
Será??
Basta apenas escutar, o que muitas vezes, ignoramos
e isso é, realmente o silêncio do nosso coração.....