quinta-feira, janeiro 26, 2006

AMOR TOTAL

Amor é o olhar total, que nunca pode
de Fiona Hasse Pais Brandão
Amor é o olhar total, que nunca pode ser cantado
nos poemas ou na música,
porque é tão só próprio e bastante em si mesmo,
absoluto táctil, que me cega,
como a chuva caí na minha cara,
de faces nuas oferecidas
sempre apenas à água
O meu comentário??
Uma definição absoluta do amor - eu também o vejo como qualquer coisa que implica a rendição total.
Infelizmente, é a segunda vez que eu me entrego completamente e me deixam sozinha.
Mas isso não me fará desistir - apenas me ensinou a ser mais cuidadosa!

terça-feira, janeiro 24, 2006

ESTAR NA NOSSA VIDA

Deixa-te estar na minha vida.
Como um navio sobre o mar.
Se o vento sopra e rasga as velas
e a noite é gélida e comprida.
E a voz ecoa............
Cantiga de Cabral do Nascimento
O poema continua, mas isto foi o que me chamou mais a atenção.
Parecendo que não, mesmo que não se dê conta, há muita gente que está na nossa vida e que nos quer ver feliz..........
Obrigada a todos!!!