quinta-feira, janeiro 26, 2006

AMOR TOTAL

Amor é o olhar total, que nunca pode
de Fiona Hasse Pais Brandão
Amor é o olhar total, que nunca pode ser cantado
nos poemas ou na música,
porque é tão só próprio e bastante em si mesmo,
absoluto táctil, que me cega,
como a chuva caí na minha cara,
de faces nuas oferecidas
sempre apenas à água
O meu comentário??
Uma definição absoluta do amor - eu também o vejo como qualquer coisa que implica a rendição total.
Infelizmente, é a segunda vez que eu me entrego completamente e me deixam sozinha.
Mas isso não me fará desistir - apenas me ensinou a ser mais cuidadosa!

2 comentários:

darrelingals0475272173 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
LUA DE LOBOS disse...

um safanão desses deixa sempre marcas e vamos mudando de atitude perante o Amor.. se calhar acabamos por desviar a sua rota para uma flor, um poema ou até mesmo um animal... é bem mais seguro:)
xi
maria