quinta-feira, janeiro 29, 2015

PERFEITAS



Hoje
sonho com as palavras perfeitas
Para uma história impossível
Envoltas em magia
Pois a bruxa não é má...
E a fada madrinha esconde
um lado negro...


TELA DE JEAN GABRIEL DOMERGUE

domingo, janeiro 25, 2015

IMPROVÁVEL



Este é
um poema improvável
Pois escrevi-o num dia muito frio,
mas com um céu tão azul,
tão transparente... que me esqueci
que acordei na sombra...



DA PÁGINA “DISCOVER ART”