domingo, janeiro 25, 2015

IMPROVÁVEL



Este é
um poema improvável
Pois escrevi-o num dia muito frio,
mas com um céu tão azul,
tão transparente... que me esqueci
que acordei na sombra...



DA PÁGINA “DISCOVER ART”

4 comentários:

Ailime disse...

Bom dia Marta,
Uma sombra iluminada!
Belíssimo poema!
Beijinhos e bom domingo.
Ailime

Daniel Costa disse...

Marta

A poesia também pode ser improvável, com deixas provável.
Frio com céu brilhante, e muito do nosso mês de Janeiro.
beijos

Sofá Amarelo disse...

Um dia muito frio com um céu azul... diria que foi o dia de hoje... onde os poemas são sempre improváveis...

vendedor de ilusão disse...

Devias estar em devaneios mesmo...