sábado, abril 26, 2014

LIBERTINA PAIXÃO


Atravesso o passadiço
e vejo-me na praia,
na praia, 
que acorda só em mim.

Dunas, canas, areia fina e limpa,
mar azul,
tão azul, tão verdadeiro...

Sempre que me sento na posição de Buda,
a mão esquerda sob a direita,
os polegares unidos,
os olhos fechados,
mantenho a respiração suave.

Fico surda aos segredos do Mundo lá fora.
Ao ciclo da vida.
Porque aqui,
neste castelo de palavras,
bêbadas de amor,
nada terminará.

Não deixo...

Ainda me olha de frente,
ainda me chama,
esse amor,
numa libertina paixão...


IMAGEM SEM AUTOR NEM TÍTULO MENCIONADO

POEMA ESCRITO EM 2009/10 SELECCIONADO EM 2014
 PELA EDITORA PASTELARIA STUDIOS 
E INCLUÍDO NA COLECTÂNEA "POESIA SEM GAVETAS III" 

quarta-feira, abril 23, 2014

SOBRE TI



De Mia Araujo (Discover Art)


Hoje,
queria escrever uma carta
Pelo simples prazer de a escrever
Na fantasia que só as palavras têm
quando divagam livremente nas estrelas
Até podia escrever sobre as estrelas,
fundir-me no brilho e tornar-me numa rosa-dos-ventos
Mas,
(porque tem que haver sempre um “mas”?)
não seria sobre ti…

segunda-feira, abril 21, 2014

VERDADEIRA




Nem todas as histórias são de amor...
Algumas são violentas e perversas...
Outras falam claramente da dor, da solidão...
A minha é sobre o silêncio imposto à alma
E essa é a verdadeira dor...




TELA DE ANNA ROZUMAVSKAY