quarta-feira, março 11, 2009

AMAR Á CHUVA

Amor é o olhar que nunca pode
ser cantado nos poemas ou na música,
porque é tão só próprio e bastante
em si mesmo absoluto táctil
que me cega, como a chuva caí
na minha cara, de faces nuas
oferecidas sempre apenas à água
Fiama Hasse Pais Brandão - Poema "Amor é o olhar total que nunca pode)
(Livro "366 Poemas que falam de amor escolhidos por Vasco Graça Moura")
O meu comentário???
Glória...
Amar à chuva...
Rasgar os poemas, porque nunca dizem o que sentimos....
Somos absolutos....
Somos cegos...
Porque o amor é total....
Egoísta, talvez....
Porque se torna só nosso...
Não o partilhamos - só com a nossa alma...
Ou não....
A chuva vem e vai...
Cúmplice perfeita para o amor....
========================================
2ª coisa sobre mim, do desafio deixado pela Pin
Detesto cozinhar e arrumar a cozinha...

domingo, março 08, 2009

PRIMAVERA

Colheste rosas
para aspirar o seu aroma.
Mas foram elas
que se inebriaram
Com o perfume
das tuas mãos
Aroma de Gonçalo Salvado (Livro "Duplo Esplendor")
O meu comentário???
Primavera...
Cheiros intensos...
Paixões profundas...
Uma manhã calma, com sorrisos e segredos à mistura...
O que começa a florir e a encher a casa de cor...
Abre-se a porta à frescura, às brincadeiras da brisa...
Brinca-se também...
Porque a luz é suave.....
====================
A pin desafiou-me a dizer 6 coisas sobre mim:
1 - Gosto de rosas, e de rosas cor de rosa...Uma romântica, enfim.....