quinta-feira, julho 09, 2009

DANÇA INFINITA

A dança lê o espaço
E só onde pousa o corpo
Não é o vazio.
Conhecereis o deslumbre.
De um mundo que só existe
A cada gesto

Nuno Rocha Morais - Livro "Últimos poemas"

O meu comentário???

Mas esse gesto pode falar sobre o mundo...
Crueldade, traição, prazer, sedução..
Está lá escrito no passo de dança,
na música onde que ela ganha forma.
Na história que cada olhar interpreta...
Diferente, mas real para todos...
Nos choros ou nos risos...
No que fica fechada, no que se pode abrir...
Nesse espaço em que apenas o corpo fala...
Numa dança infinita...........

segunda-feira, julho 06, 2009

APENAS CARINHO

Grato pela tua nudez que me revela
Sempre outro o teu corpo,
Que continua a caminhar para mim,
Para me abrir a porta
Algures numa miragem
Como se fosse ainda possível
Entrar para te abraçar.
Algum dia a perda se aquietará
E se deixará enfim afagar,
Como um animal dócil
E clara nos seus contornos
Nuno Rocha Morais (Livro "Últimos Poemas")
O meu comentário???
Uma miragem...
Num abraço que se deseja e não se deu...
Tudo é possível...mesmo esse abraço...
Poderá já não haver paixão ou amor;
apenas carinho..
O que resta após o perdão...
Quando se sabe perdoar....
Porque, às vezes, nada fica....