segunda-feira, julho 06, 2009

APENAS CARINHO

Grato pela tua nudez que me revela
Sempre outro o teu corpo,
Que continua a caminhar para mim,
Para me abrir a porta
Algures numa miragem
Como se fosse ainda possível
Entrar para te abraçar.
Algum dia a perda se aquietará
E se deixará enfim afagar,
Como um animal dócil
E clara nos seus contornos
Nuno Rocha Morais (Livro "Últimos Poemas")
O meu comentário???
Uma miragem...
Num abraço que se deseja e não se deu...
Tudo é possível...mesmo esse abraço...
Poderá já não haver paixão ou amor;
apenas carinho..
O que resta após o perdão...
Quando se sabe perdoar....
Porque, às vezes, nada fica....

5 comentários:

Cadinho RoCo disse...

No corpo do outro corpo o mistério da vida em outra vida.
Cadinho RoCo

O Profeta disse...

Mas os golfinhos continuam felizes
A cavalgar ondas de madrepérola
A Lua sorri tristemente e pensa
Haverá alguém mais perverso do que ela?
Haverá?! Há sempre uma deusa perdida
Nos labirintos da contradição
Há sempre alguém que usa a palavra amor
Soprando doce veneno ao coração

Boa semana


Doce beijo

Fábio Paulos disse...

e' verdade, por vezes fikamos sem nada, o que nao e' nada bom

Je Vois la Vie en Vert disse...

Ma chère amie Marta,

Merci pour tes mots !
Toi qui sais si bien lire les poèmes, tu ne veux pas suivre mon défi et faire une traduction/adaptation de mon poème-amateur comme je le propose dans mon article ?
je suis certaine que tu en ferais un très joli poème en portugais !

Bisous

Verdinha

Vieira Calado disse...

"...E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos..." (Excerto)

Pablo Neruda

Bjs