sexta-feira, fevereiro 22, 2008

MUDANÇAS

MUDE




Mude,mas comece devagar,




porque a direção é mais importante




que a velocidade.




Sente-se em outra cadeira,




no outro lugar da mesa.




Mais tarde, mude de mesa.




Quando sair,




Procure andar pelo outro lado da rua.




Depois, mude de caminho,




ande por outras ruas,




calmamente,...



de Edson Marques***






O meu comentário???



Descobrimos o desconhecido...



Sitíos agradáveis...que até estão em sintonia



com o que pensamos e que queremos...



Outros sonhos...outros passeios....



Fotografias diferentes....outros ângulos a explorar....



Sombras....outra forma da luz se reflectir....



Alongar o tempo....ver como deve ser visto.....



*** Este poema foi erradamente atribuído a Clarice Lispector, mas é de Edson Marques
que me deu autorização para o colocar aqui.
Fica feita a correcção; peço desculpa pelo erro.

terça-feira, fevereiro 19, 2008

RESULTA

Sou um monte intransponível no meu próprio caminho. Mas às vezes por uma palavra tua ou por uma palavra lida, de repente tudo se esclarece.



Clarice Lispector





O meu comentário??'


Às vezes, não sabemos responder às nossas próprias perguntas...


Ficamos insatisfeitos...frustrados.....


Relemos, riscamos e reescrevemos...


Continuamos sem solução, conclusão ou explicação...


Aumenta a nossa frustração....


Basta apenas fazer um intervalo...


Mudar de lugar, de ares....


Pensar noutras coisas...


falar com outra gente....


É o que eu faço....e resulta....