sexta-feira, maio 30, 2014

ROUCA



Volto a culpar
as estrelas pelo meu desânimo
Não quero olhar-me ao espelho
Ler a verdade desta tristeza que me dilacera
A culpa tem que ser das estrelas
Das sombras no caminho, da agressividade do Mundo
Porque estou rouca de tanto gritar
Cansada de ninguém me ouvir....



TELA DE ALEX GOLOVIN

quarta-feira, maio 28, 2014

VOZES E CHEIROS



Fala-se, 
esta noite,
em vozes e cheiros...
Sinto a tua voz a seduzir-me,
deixo o meu cheiro espreguiçar-se em ti...
Numa história que nunca se repete,
em palavras sempre improvisadas...



TELA DE ROBERTO LIANG

terça-feira, maio 27, 2014

INDISCRIÇÃO DA LUA



De Svetlana Valuela


Hoje,
fecho a porta
à indiscrição da Lua
e fantasio-me na tua pele...
Escrevo-me no teu toque,
ouço o meu desejo 
a render-se ao teu beijo...
E só depois,
 muito depois,
 é que te olho...


domingo, maio 25, 2014

INCOMPLETO



Este é um poema
Um poema sobre o entardecer
Sobre as cores ricas e profundas
que preenchem o céu num desenho abstracto
Sobre a magia que desce em nós
Nesse precioso instante...
Em que tudo parece incompleto...




FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM