sábado, junho 06, 2009

HISTÓRIAS SOBRE A VIDA

Meu Par
O papel em branco
que a tantos aterroiza
q mim não dá medo;
é meu companheiro
nas andanças do dia-a-dia
Carrego-o para todos os lugares
e se alguma ideia me surge de surpresa
ou me toma por inteiro
recorro a ele
- meu testemunho, calado
de tudo o que penso desejo
E não falo
Maria do Carmo de Lima Bomfim (Carmo Bomfim)
(II Antologia de Poetas Lusófonos)
O meu comentário???
Também gosto de ter um bloco de notas, guardado na minha carteira
Fica esquecido, por vezes e a folha em branco...
Porque não tenho palavras..
Não me lembro nada para dizer - arrasto apenas os pés pelos dias..
Outras, a folha fica cheia de frases, palavras inacabadas...
Atrapalhadas, atropeladas para que a ideia não escape....
Procuro um sítio calmo e reescrevo-as....
No meu desejo que não consigo calar....
Nessas muitas histórias sobre a vida...

segunda-feira, junho 01, 2009

SAUDADE

A Carta

Escrevo-te estas mal traçadas linhas, meu amor

Porque veio a saudade visitar meu coração

Espero que desculpes os meus erros por favor

Nas frases desta carta que é uma prova de afeição

Talvez tu não a leias mas quem sabe até darás

Resposta imediata me chamando de meu bem

Porém o que me importaé confessar-te uma vez mais

Não sei amar na vida mais ninguém

Tanto tempo faz,

que li no teu olhar

A vida cor-de-rosa que eu sonhava

E guardo a impressão

de que já vi passar

Um ano sem te ver,

um ano sem te amar

Ao me apaixonar,

por ti não reparei

Que tu tivestes só entusiasmo

E para terminar, amor assinarei

Do sempre, sempre teu...

Renato Russo

O meu comentário???

Uma carta em suspenso...

Nem a assino nem a envio...

Vou deixar ficar assim...

Dor ou esperança? Dois sentimentos contraditórios...

Reais em mim e sobre os quais...tantas vezes escrevi..

Talvez seja por isso que não vou terminar a carta...

Talvez o faça quando a ferida fechar...

Seja uma forma de pôr um ponto final numa relação que correu mal...

Porque, se fosse uma relação feliz...

Talvez não escrevesse a carta ou se o fizesse....

Não falaria na saudade....