segunda-feira, dezembro 26, 2016

GOTAS DE CHUVA




Tomara eu que o Mundo
fosse tão simples...
Como escrever um poema
com as gotas de chuva...




DE BROOKE SHADEN

sexta-feira, dezembro 23, 2016

MENSAGEM DE NATAL




Sei que esta não é uma forma convencional de desejar as Boas Festas.

Mas a razão porque escolhi uma tela de Bouguereau é porque me faz sentir em paz.

Se é a beleza do quadro em si, a delicadeza dos traços, a suavidade das cores... não sei...

Talvez seja o que leio no olhar...

Desejo-vos um Feliz Natal...




domingo, dezembro 18, 2016

RUÍDOS



Discursam...
Sobre o silêncio do Mar
e o ruido do Tempo...
Eu nada sei sobre isso...
Pois o Mar confessa-se aos meus pés
e quanto ao Tempo...
Há muito que não lhe escrevo...




FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

quinta-feira, dezembro 15, 2016

BRISA



Esta noite
deixa que a brisa respire
E não te intimides...
se a chuva cantar.




"DRIFTING" AMY WEISS

domingo, dezembro 11, 2016

OUVIR



Esta noite, ouve...
Ouve como a brisa vibra
Como se torna mais audaciosa
como te arrasta pelo brilho da Lua,
e pela suavidade das nuvens...



DE SANTIAGO CARBONELL

quarta-feira, dezembro 07, 2016

DESTINO



Não sei qual é o destino
das minhas palavras...
Se elas viajam
para além das nuvens....
Ou se se dispersam
em memórias malditas...
Sei apenas que soam banais,
quando procuro a tua voz
e não a escuto...



" SUNRISE" DE I MIHEPU

sábado, dezembro 03, 2016

APELO



Sinto a tua mão
a prender-me o tornozelo
Suave e delicadamente...
Depois...
Sobe pela perna lentamente
Num apelo que só a pele escuta...



DE ERNESTO GARCIA PENA

segunda-feira, novembro 28, 2016

FINAL FELIZ



Posso sempre sonhar
com um final feliz...
Mesmo que o dia se escreva agreste
e eu me sinta a pior pessoa do Mundo...




DE MASSIMILIANO GASPARINI

sexta-feira, novembro 25, 2016

ENFIM




Gosto da palavra
Enfim”...
Porque define um momento
O momento em que sentimos
o beijo a desenhar-se nos lábios,
a espalhar-se na pele...
Num suspiro que solta a alma
e a faz gritar...



DE ANDRIS KOVELINE


sábado, novembro 19, 2016

FUGA



Hoje,
fujo novamente das palavras...
E nada lhes confesso
Torno-as pesadas...
Cinzentas como o dia
que dilacera a vidraça...



DE FRANCINE VON HOVE

segunda-feira, novembro 14, 2016

PORQUE



Porque te escondes no ruído do Tempo?

Porque ignoras o som da tua voz?

Porque...
Deixas tudo por dizer
quando ainda te sentes vivo
e há tanto para fazer?...



DA PÁGINA "DISCOVER ART"

quinta-feira, novembro 10, 2016

CAMINHO






DA PÁGINA DISCOVER ART

Não sei
Que histórias sobre a noite
há ainda para contar
Uma noite longa e assustadiça...
Em que se pode amaldiçoar tudo
Ou simplesmente fechar os olhos
E desvendar um novo caminho...

domingo, novembro 06, 2016

TEMPO EM SILÊNCIO



Tenho saudades...
Saudades do tempo em silêncio
Para apreciar, sentir
o respirar das cores,
as histórias da brisa...
Num poema que só os cúmplices,
como nós, sabem declamar...
Em silêncio....



DA PÁGINA DISCOVER ART

quarta-feira, novembro 02, 2016

O MUNDO SENSUAL



mm yes...
murmura a Noite
quando sente o beijo do Vento
a desenhar-se em si...
mm yes...
diz, por sua vez, o Vento
louco, apaixonado...
mm yes...
suspiram os amantes
e desaparecem
por entre os segredos do Mundo Sensual...




FOTO DE KASSANDRA

domingo, outubro 30, 2016

PAPEL SECUNDÁRIO



Continuo a andar por aí…
Com o olhar preso ao chão
Não será por vergonha
Nem mesmo por medo
De memórias adversas…
Não... é porque hoje é um dia brilhante…
E eu tenho apenas um papel secundário…



DE DORINA COSTRAS

terça-feira, outubro 25, 2016

SAUDADE



Não sei
de quem é esta história
Se de quem parte
ou se de quem fica
Porque a única palavra
que a define
é... saudade!




DA PÁGINA "DISCOVER ART"

sexta-feira, outubro 21, 2016

DOLOROSO



Estou cansada e velha…
E sei que vou morrer longe do Mar
Não sei porque digo isso,
quando o vejo ainda à distância…
Mas eu e o Mar
já confessamos tudo um ao outro
Não há mais nada a dizer
E o Adeus será tão doloroso…
Que quero apenas lembrar-me
Do murmúrio das Ondas….



FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

terça-feira, outubro 18, 2016

HISTÓRIAS DA BRISA



Há histórias
Que a brisa escreve no tronco da árvore
E que a chuva,
em dias de tempestade violenta
impede que alguém as leia…


Não saberá a chuva
Que, quando acalma, surge o arco-íris?
E que qualquer história que a brisa escreva,
qualquer cor a pode declamar?





FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

sexta-feira, outubro 14, 2016

MÁGOAS



Fala-se da noite...
E de fantasmas
escondidos nas sombras
De palavras apenas sussurradas...
Porque esta é uma crónica de mágoas...
De tristeza no corpo e na alma
De lamentos que só a noite escuta...



 "MINDI" DE MIKE MASSENGALE

segunda-feira, outubro 10, 2016

PROVOCAÇÃO



Que não se provoque o Vento
Que ele se esqueça de nós por uma Noite...
Que seja uma noite tranquila, sedutora...
E de que ninguém fale
quando o Vento regressar...


DE MONTSERRAT GUDIOL

quinta-feira, outubro 06, 2016

DOCEMENTE LOUCO



Hoje...
Segue-me
Por entre olhares e sorrisos...
Sensuais, eróticos
E docemente loucos...


DE SERGEY KAMU

sábado, outubro 01, 2016

DISCRETA



O que achas do porquê?
Que segredos malditos esconde?
Se é uma palavra tão simples
E tão discreta?


DA PÁGINA "DISCOVER ART"

terça-feira, setembro 27, 2016

APENAS DESERTOS




Pensei...
Pensei em muitas coisas...
Em ilhas de luz...
Em conspirações de cor...
Mas a cor desmaiou
A luz tornou-se negra
E as ilhas são apenas desertos...



DA PÁGINA DISCOVER ART

sábado, setembro 24, 2016

O COMEÇO DE TUDO



Faço um círculo perfeito
com o polegar e o indicador...
A letra “O”... de oráculo
O “Zero” … de nada
O começo de tudo ou o fim do nada...
Não sei porque fiz o círculo,
mas qualquer coisa me diz
que é o começo de tudo...




DE MARK ARIAN

terça-feira, setembro 20, 2016

LABIRINTOS



Por onde andas?
O que fazes?
Porque não falas?

Porque não quebras o silêncio...?
Este silêncio magoado, culpado,
que se fechou em nós?

Porquê?
Porque.. porque eu...

Eu sinto-me perdida
nos labirintos da memória...


DE ANNIE STEGG

sábado, setembro 17, 2016

SÓS NA PAIXÃO



Hoje
espalho as palavras
pelas vielas e pelos recantos
Pelas memórias e pelos sonhos...
E abro a porta
aos suspiros e aos desejos...
Para que viajem na paixão
e nunca fiquem sós...


"UMBRELLA SKY" MARTA DAHLIG

quarta-feira, setembro 14, 2016

EM PEDAÇOS




Não sei o que dizer
Quando a noite grita de dor
Pesada, penosamente
Como se, de repente,
o coração tivesse ficado vazio
e a alma feita em pedaços...





"Wind in her hair" Página Discover Art

sexta-feira, setembro 09, 2016

ESQUECIDA



O que sei eu sobre a saudade?
O que posso eu dizer sobre a tristeza?
Esta tristeza que aprisiona o meu corpo
e me afasta da alma...

Quero esquecer-me...
Quero ser esquecida...
E ser apenas uma nuvem...


"GODDESS OF THE WIND" COREY FORD

terça-feira, setembro 06, 2016

AMOR LOUCO




Não sei...
Se o Amor é para loucos...
Há dias em que não sei nada
E hoje...
Nem me atrevo a pensar,
com medo de magoar o silêncio...


"The Sky is limitless" Florana Barbu

sábado, setembro 03, 2016

NINGUÉM



Hoje
ninguém sabe
onde está o Vento...
Alguém sabe porquê?
Mas ninguém responde...
Sabe-se lá em que viela
o Vento se escondeu...


"SUNRISE RIPPLE" MICHAEL DAWSON

domingo, agosto 28, 2016

SOLTA



Não sei
Se o Amor anda para aí...
Se é feito de acasos,
se se esconde no Vento...
Só sei que o Amor se solta
nas memórias do dia
e se escreve num beijo...



"SLEEPWALKERS" ZENA HOLLOWAY

segunda-feira, agosto 22, 2016

ATREVIMENTO



O que mais há a dizer sobre um dia de Sol?
Um dia tão límpido, tão azul...
Que nem as nuvens se atrevem a perturbá-lo...
E quanto a mim?
Fico também em silêncio... 



FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

quinta-feira, agosto 18, 2016

GRITO




Pouco importa
o que a noite escreve em mim...
Porque tudo o que sinto
é o deslizar das tuas mãos
pelo meu corpo num grito de prazer...




DE DORINA COSTRAS

segunda-feira, agosto 15, 2016

CONFINS DO CÉU



Espero-te
Aqui,
nos confins do Céu...
Onde o tempo
é uma palavra esquecida
e o amor?
O amor rejubila...




DE ANNA RAZUMOSKAVA

domingo, agosto 07, 2016

TEMPO EM MIM




Ontem,
tinha histórias para contar,
palavras para entrelaçar e amar...
Hoje,
deixo que o tempo morra em mim...
Sem palavras de queixume...




"Woman and the Sea" de Cynda Valle

terça-feira, agosto 02, 2016

SUAVEMENTE




Nada...
Não posso dizer nada...
Nem mesmo se vejo o Mundo nos teus olhos...
Mas sei que, se os fechar suavemente,
esvazio a mente de pensamentos ociosos...
E vivo-te...



DE MARTIN POOLE

quinta-feira, julho 28, 2016

ENCONTRO



Encontrei-te...

Depois da chuva,
quando me senti perfeita
Apesar da fragilidade do momento...
Porque não posso ficar presa no medo
Tenho que me descobrir,
para assim te descobrir...
Mesmo que só viva nas gotas da chuva




DE CELINE VICENTE 

domingo, julho 24, 2016

ONDAS



Hoje
vou conquistar o Mundo

VOU provocá-lo, ameaçá-lo,
fazer com que me peça clemência

Mas não vou escutá-lo
Não desta vez...
Porque o momento é meu

Talvez me respeite então
Como as gaivotas e o Vento
E não tenha medo de mim
Num simples dia de tempestade...



FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

segunda-feira, julho 18, 2016

BELEZA BERRANTE



Pensei...

Que podia florir e viver eternamente
Sem perder o cheiro a orvalho,
o aveludado das pétalas,
a beleza berrante da cor...

Mas sinto que perco...
Nesta batalha impetuosa contra o tempo..
Ou será que não?


FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

quinta-feira, julho 14, 2016

O PRAZER DO MOMENTO



Às vezes,
sinto-te apenas
no êxtase do meu corpo...

Outras vezes,
descrevo-te nas cores
do Vento...
E depois...
Esqueço tudo
no prazer do momento....



De Zena Holloway