terça-feira, agosto 02, 2016

SUAVEMENTE




Nada...
Não posso dizer nada...
Nem mesmo se vejo o Mundo nos teus olhos...
Mas sei que, se os fechar suavemente,
esvazio a mente de pensamentos ociosos...
E vivo-te...



DE MARTIN POOLE

4 comentários:

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor
Bj

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Magnífico poema!
O amor sente-se e vive, mesmo que doa.
Beijinhos e bom fim de semana.
Obrigada pela sua visita.
Ailime

Sofá Amarelo disse...

Tudo é possível quando se fecham os olhos... porque dentro dos olhos fechados vive-se um mundo suave...

Agostinho disse...

Olá, Marta!

...
Mesmo no escuro da nova correm marés
por debaixo das pálpebras cerradas


Bons dias agostinianos.