sábado, fevereiro 02, 2008

SONHAR ACORDADO

Noite


Tão perto!


Tão longe!


Por onde é o deserto?


Às vezes, responde,


de perto, de longe.


Mas depois se esconde.


Somos um ou dois?


Às vezes, nenhum.


E em seguida, tantos!


A vida transborda por todos os cantos.


Acorda com modos de puro esplendor.


Procuro meu rumo:


horizonte escuro:


um muro em redor.


em treva me sumo.


Para onde me leva?


Pergunto a Deus se estou viva,


se estou sonhando ou acordada.


Lábio de Deus! - Sensitiva tocada.



Cecília Meireles

O meu comentário???
Sonhamos acordados...
Sentimo-nos abençoados por Deus
.....e damos graças por estarmos vivos...
Porque sonhamos...
Podemos atravessar o deserto e vencer....
Ou não...perder a coragem, refugiar-nos no medo....
Na solidão ou na multidão...
Aí, tudo poderá estar longe demais............

quarta-feira, janeiro 30, 2008

PAZ E AMOR

Súplica – Miguel Torga



Agora que o silêncio é um mar sem ondas,


E que nele posso navegar sem rumo,


Não respondas


Às urgentes perguntas


Que te fiz.


Deixa-me ser feliz


Assim,


Já tão longe de ti como de mim.


Perde-se a vida a desejá-la tanto.


Só soubemos sofrer, enquanto


O nosso amor


Durou.


Mas o tempo passou,


Há calmaria...


Não perturbes a paz que me foi dada.


Ouvir de novo a tua voz seria


Matar a sede com água salgada.



O meu comentário???


Separação, desilusão....

Amargura, esquecimento....

Nunca se esquece completamente um amor...

Principalmente quando se está só

e atento às perguntas do silêncio....

Fica sempre uma mágoa, um ponto de interrogação...

O mar continuará sempre a ser um bom conselheiro...

A paz....nem sempre....