sexta-feira, junho 08, 2012

DISSO


Hoje
não vou escrever para ti
Sobre ti, sobre mim
Ou memórias intemporais
Hoje
vou gozar apenas o momento
Sentir o mundo
Não como é,
mas como eu o vejo
Uma ilusão, uma utopia
Eu sei,
estou consciente disso
Como sei das rugas do meu rosto
e do meu cabelo branco
Mas hoje o mundo não sabe disso...


DO ÁLBUM DE JOÃO MATEUS “WE ARE THE WORLD”

domingo, junho 03, 2012

MIMO


Sou um mimo
e hoje represento a eternidade,
ao pintar o meu corpo nu, de branco

Vivo da arte para a arte,
num desafio, numa verdade,
num convite à imaginação

Hoje sou a tua história
Por isso,
é que desnudei o corpo,
o pintei de branco
e permaneço quieta,
quase sem respirar...

Apenas os olhos me denunciam
Mas só se olharem verdadeiramente para mim
Nada mais sou do que um mimo......



MENINA NUA DA PRAÇA”, Porto,
foto de minha autoria