sábado, novembro 19, 2016

FUGA



Hoje,
fujo novamente das palavras...
E nada lhes confesso
Torno-as pesadas...
Cinzentas como o dia
que dilacera a vidraça...



DE FRANCINE VON HOVE

segunda-feira, novembro 14, 2016

PORQUE



Porque te escondes no ruído do Tempo?

Porque ignoras o som da tua voz?

Porque...
Deixas tudo por dizer
quando ainda te sentes vivo
e há tanto para fazer?...



DA PÁGINA "DISCOVER ART"