quinta-feira, dezembro 31, 2015

PERFEITO PARA O MUNDO



Um dia...
Talvez escreva um poema perfeito
Mas hoje não...
Hoje quero apenas voar nas palavras
Escutá-las... Sentir como me preenchem...
E confiá-las ao Vento
para que falem de mim ao Mundo...




DESENHO A CARVÃO POR KRISTINA

FELIZ 2016

domingo, dezembro 27, 2015

A DESVENDAR




O que posso eu fazer?
Quando não há mistérios a desvendar...
Nem sorrisos sobre os quais escrever...
E se tudo o que me resta é só a palavra
SE”...

EMPTINESS” BY IARA HASSANI

quinta-feira, dezembro 24, 2015

NATAL



Esta é uma carta de Natal pouco convencional.

Não escrevo uma lista infindável de presentes que ficarão esquecidos no fundo de um armário.

Por serem inúteis, dispensáveis e não se quer trocar para não ofender a pessoa que os ofereceu.

Não, escrevo para dizer que este ano o silêncio será confortável e que até vou deixar as luzes acesas.

Porque não quero que escondam nada... Sejam lágrimas, sejam gritos...

Não quero saber... Se estou triste, estou triste e não o vou negar com um sorriso falso...

Este ano, vou abrir o meu livro e partilhar a sorte da heroína... Com a música baixinho...

Sem pressas... Sem fantasmas de Natais passados...

A todos, Festas Felizes... Obrigada por estarem aí....



FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

quinta-feira, dezembro 17, 2015

SONHO MÁGICO




Não sei quem, ou o quê,
me convoca as palavras...
Há dias em que se despem em mim
num prazer inexplicável...
Noutros, censuram-me
num olhar frio, distante...
E, um dia,
sem que eu saiba como ou porquê,
acordam-me num sonho mágico...



 FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

terça-feira, dezembro 15, 2015

NUM OUTRO PLANETA




Não sei
- mas como poderei saber? -
Se vivo num outro planeta...
Às vezes, penso que sim
Mas o Vento faz-me convites irrecusáveis...
E eu sei então que,
- mesmo que não faça sentido para os outros -
as cores, o sussurro do mar,
o mau humor do Vento
escrevem-se em mim...
Em histórias de sorrisos e sonhos
Em tudo que acredito ser possível...

DA PÁGINA "DELAWER ART"

sábado, dezembro 12, 2015

PERDI-TE





Perdi-te...
Perdi-te no silêncio da memória..
Esta memória que a madrugada afasta
e me deixa vulnerável...
Fazendo com que grite...


"LOVE AND DESIRE" BY CORINA CHIRILL

terça-feira, dezembro 08, 2015

GRAVE PECADO



Hoje...
Pensei em escrever
uma história sobre o Sol...
Mas a chuva riu-se de mim,
fustigou-me o corpo e a alma
tão friamente que desisti...
E voltei derrotada para casa
Como se tivesse cometido um grave pecado...



FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

domingo, dezembro 06, 2015

SANIDADE



Não sei o que há
no outro lado do mar...
Se o fim de tudo
ou um outro mundo
Um mundo esculpido com sonhos,
com paixões, com esperança
O último refúgio da nossa sanidade
antes da loucura total, do desânimo
e da dor...



"WHEN TOMORROW COMES" NIK HELBIG

quarta-feira, dezembro 02, 2015

LONGE DO MUNDO




Abre a janela...
Que o Vento e a Lua entrem,
se entrelacem...
Que se apaixonem perdidamente...
Como eu quero perder-me no Mundo...
Mas escutar-me em ti...




"AMOR" TELA DE GABRIEL PACHECO

domingo, novembro 29, 2015

GLORIOSO



Hoje
deixo que me envolvas
no teu manto sombrio
Hoje deixo
que fales sobre mim
no teu poema cheio de fúria,
de dor...
Ameaça o Vento
Assusta a Chuva
Mas lembra-te...
Eu volto amanhã
Glorioso...



FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

quarta-feira, novembro 25, 2015

ELOGIO



Elogio a noite
no primeiro verso do poema
Está descrito o cenário,
insinua-se o segredo
Declama-se, então,
a paixão,
o desejo, o ardor...
Na noite que nos abraça...




"MIRROR" BY YASER ALMAJED

domingo, novembro 22, 2015

COR FAVORITA





Preto é...
Continua a ser a minha cor favorita...
Não por ser elegante ou chique...

Porque é perfeita... 
Faz-me sentir perfeita...



 FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

quarta-feira, novembro 18, 2015

TUDO É POSSÍVEL



Não sei...
Como é o resto do Mundo
Sei como é o meu Mundo
Os ódios declarados,
as traições inesperadas
Em dias pesados, cinzentos
Mas sei também que as nuvens se dissipam
E quando isso acontecer
Tudo é possível...


"TENDER" BY SANDY RYAN

domingo, novembro 15, 2015

ALTO



Há muito que não te convido para o chá
Um chá do antigamente, cheio de regras
A mesa com a toalha imaculada,
com os scones, os bolos, a manteiga
dispostos artisticamente
Sem esquecer as flores
E a conversa decorre amena, discreta
Porque as senhoras não falam alto...



PRIDE DE DIEGO FERNANDEZ

quarta-feira, novembro 11, 2015

NO TOPO DO MUNDO




Há muito...
que não escrevo um poema erótico...
Que se liberte na pele de quem o lê
e o faça sentir no topo do Mundo...
Pois há dias em que sou uma sombra
e não há palavras,
sensuais ou outras,
que me façam voar pelo prazer de me sentir...
erótica...


NUDE WOMAN IN A RIVER” DE MONICA & MICHAEL SWEET

sábado, novembro 07, 2015

O MEDO



Não sei porquê...
O silêncio pode ser perverso...
Quando me prende ao medo
e quando lapida o meu tempo...
Esse tempo em que posso
sentir-te em mim
e que desperdiço a viver no medo...



De Christian Scholoe

terça-feira, novembro 03, 2015

NO OLIMPO




Esta noite...
Quero ficar escondida no Olimpo...
Quero invadir o teu espaço, o teu tempo...
Naufragar na tua pele e ser a praia do teu desejo...
E porquê esta noite?
Não sei..


De Jaroslow Datta

sexta-feira, outubro 30, 2015

SENSAÇÃO



Não,
não estou triste...
Porque perguntam?
O que faço aqui sentada,
longe dos outros meninos?
Estou a pensar...
Em como tudo é tão bonito
e eu estou tão feliz...
Que se pular, gritar, brincar,
vou estragar toda esta sensação...
De estar muito feliz...



QUADRO DE MARIE WITTE

quarta-feira, outubro 28, 2015

SORRISOS




Esta noite,
fala-me do sorriso
e nos sorrisos com que beijas a minha pele...

Fala-me do amanhã
E eu responder-te-ei
com o prazer intenso do meu corpo...



 “LOVERS” DE WILLIAM HAERAETS

domingo, outubro 25, 2015

RESPOSTA NO PASSADO



Continuo à procura de palavras
que apaguem a angústia...
Essa angústia que despedaça os meus dias,
sem que eu saiba como ou porquê
E em que tudo fica inacabado,
sem qualquer sentido
Percorro as palavras do passado,
procuro a resposta nas memórias
Mas não lhes encontro a voz
e caminho sozinha...


De Thu Nguven “ Midnight”



quarta-feira, outubro 21, 2015

PODEROSA




Evoco os Deuses do Olimpo
Num grito libertador...
De paixão,
de desejo que naufraga em ti...
Que me afaga o corpo e a alma,
tornando-me poderosa...




MOONBATH” DIEGO FERNANDEZ

sábado, outubro 17, 2015

A NUVEM BRANCA




Hoje
desenhei uma nuvem branca
Num céu carregado, pesado...
Sufocante...
Pensei que,
desenhando uma nuvem assim,
o céu deixasse entrar a alegria, o riso
Mas não... Encheu-se de raios e trovões
E eu refugiei-me na nuvem branca...


 “NORTHERN LIGHTS” SYDNEY LAURENCE

quarta-feira, outubro 14, 2015

AUSENTE



Estou perdida...
No meio do nada
Num deserto sem palavras, sem cor
E nem os sonhos são bem-vindos
Porque me trazem o teu beijo,
o teu cheiro,
e o teu corpo ausente...

Para o meu amigo Pedro
Por me ter dado a ideia



DE SANJUAN CHELIN

domingo, outubro 11, 2015

RAIN





Gosto de dias de chuva...
Pois sou dona do tempo...
Navego na crista da fantasia,
mergulho em histórias infinitas
e adormeço na tranquilidade da memória...
Mesmo quando a chuva se torna violenta...


RAIN AND YOUR THOUGHT “ ANIL SINGH

quinta-feira, outubro 08, 2015

EM DESESPERO



Não amo em desespero...
Amo apenas...
Sem procurar razões...
Escutando os sentidos
a incendiarem-se...
A lutarem entre si...
E depois a acalmarem-se
no culminar do êxtase...


TELA DE DAVID GRAY (USA)

segunda-feira, outubro 05, 2015

JANELA



Fecho a janela à brisa,
sem que ofereça qualquer explicação...
E a brisa espanta-se, lamenta-se
Pois nunca lhe neguei a entrada
na noite dos meus sonhos,
dos meus risos
Mas hoje quero esquecer tudo
Até de mim...


AZURE” De Karen Conine

quinta-feira, outubro 01, 2015

A PURA SEDUÇÃO




Este é o poema que dedico
à palavra “é”...
Tão frágil... Tão poderosa...
Revela os sonhos na pele,
descreve nos lábios a paixão...
E no final...
É... a pura sedução!

DE GINETTE BEAULIEU

segunda-feira, setembro 28, 2015

FINALMENTE




Amanheço...
Triste... Pesada...
Cinzenta...

Sinto a inquietação do Mundo,
mas só o vejo na mente...

E voo...

Voo para fora do nevoeiro,
para longe do cinzento...

E só paro quando o céu se abre
vagueando,
finalmente,
pelo azul do arco-iris...






FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

quinta-feira, setembro 24, 2015

DISFARÇADAMENTE




Esta noite,
diz que sou perfeita...

Declara-te à minha pele...
Ouve-a roçar-se em ti,
lendo-te...

Disfarçadamente...

Para depois...
Ser tua por completo...
Nesse poema que dizes ser...

Perfeito...



Tela de Pier Taffoletti

segunda-feira, setembro 21, 2015

SOFISTICADOS




Hoje,
vestiram-nos assim...
Sofisticados,
como se fôssemos gente grande...
E pediram-nos para ficarmos quietos, em pose...
Mas eu já estou aborrecida, cansada de estar aqui fechada..
Está um dia de Sol tão bonito...
Bom para construir um castelo de areia, procurar “beijinhos” 
e esconder-me nas dunas...
Ah, quem me dera estar lá fora ao Sol...




FOTO DE AUTOR DESCONHECIDO

sexta-feira, setembro 18, 2015

INESQUECÍVEL




Não sei...
Não sei o que te tornou inesquecível...
Mesmo agora que a vida decidiu afastar-nos...
Talvez porque nesses momentos em que me abraçaste,
senti-me poderosa...
E isso... nunca se esquece...

DE ARTUR BRAGISNKI

quarta-feira, setembro 16, 2015

DÓI



Dói-me o corpo...
Dói-me a alma...
E dói-me...
Não pensar em ti...
Nem mesmo em sonhos...



"WHY SO SAD" BY MICHAELA STEINACHER

segunda-feira, setembro 14, 2015

QUALQUER NOITE



Esta noite...
Porquê esta noite,
se podemos falar de amor todas as noites?
Intensamente,
com a paixão a falar alto aos sentidos...
Ou lentamente,
com o desejo a revelar-se,
a conhecer a pele...
Na sedução de qualquer noite,
de chuva macia ou de Lua Cheia...


De Peter Wever

quinta-feira, setembro 10, 2015

PASSADO




Se fechar os olhos
e colocar as mãos em concha no colo,
navego para fora de mim...

Percorro o horizonte,
descrevo sonhos nas cores do arco-íris...
Sou o meu próprio Cupido....

E deixo, finalmente o passado no passado...




Secret Love” Stefan Kahn

terça-feira, setembro 08, 2015

ANGÚSTIA




Hoje, sonho as palavras...
Num poema impossível de escrever...
Pois posso quebrar o encanto
e já perdi tanto...
Que não sei se aguentarei mais
toda esta angústia...


TELA DE ALBERTO PANCORBO

quinta-feira, setembro 03, 2015

ALGUÉM



Escrevo sobre a paixão
no sussurro da brisa...
E espero que alguém
encontre as palavras...
Reescrevendo-as no auge
da sua própria paixão...



ALONE TOGETHER “ BY MARIA KREVN

domingo, agosto 30, 2015

IGNORAR




Se eu ficar...
Esta noite e a próxima,
deixar-te-ei respirar-me...
Sentir-me... Tocar-me...
Mesmo que depois me ignores...



De Carrie Vielle

quinta-feira, agosto 27, 2015

NEVOEIRO



Este é um poema sobre o nevoeiro...
Sobre os cheiros
que desperta na memória...
E os longos passeios em que estamos sós,
verdadeiramente sós...
Esquecidos por momentos pelo Mundo...


Foto de minha autoria (Agosto 2014)

domingo, agosto 23, 2015

SUAVEMENTE



Não sei nada sobre as asas dos Anjos...
Mas acredito que existem...
No poema de palavras transparentes...
Na ária que se confessa à alma...
Na voz que encanta a memória,
e desafia a noite...
Suavemente...




"A GIFT FROM THE HEART" BY LINDA R.HERZOG

quinta-feira, agosto 20, 2015

AO INFINITO




Sonhei
que era uma onda do mar...
Num dia calmo, sem brisa, de Verão
Só eu e o céu azul 
Abertos ao infinito
E à imaginação dos poetas...
Mas não sou uma onda do mar
nem sou um poeta...
Não sei o que diz o dia
Nem o que sussurra a brisa quando se levanta...
Sei apenas que o Verão está a terminar e eu não o vivi...

Meet the fall” Dorina Costras

terça-feira, agosto 18, 2015



Amanhã...
Penso no “amanhã”,
porque nada mais há a dizer sobre o “hoje” …
É o fim da história,
é a última página do livro...
É o grito frustrado que dou
quando leio “fim”...
Sinto-me incompleta,
vazia...
E o “amanhã”?...
Há todo um Mundo no amanhã...
E eu quero estar lá...

"The Perfect Evening" by Anna Bain

sexta-feira, agosto 14, 2015

PEÇO



Esta noite, eu peço ...
Rezo... Suplico...
Que o vento não maltrate o mar
e se ouça apenas o canto das sereias...
Pode chorar a Lua...
E até as estrelas se esconderem...
Eu não me importo...
Quero apenas que seja uma noite tranquila
A sós com o mar....



Foto de autoria de Piedade Sol Araújo -
reproduzida aqui com o seu consentimento

Poema escrito com base nesta foto.

À Piedade, 
muito obrigada.