quinta-feira, dezembro 17, 2015

SONHO MÁGICO




Não sei quem, ou o quê,
me convoca as palavras...
Há dias em que se despem em mim
num prazer inexplicável...
Noutros, censuram-me
num olhar frio, distante...
E, um dia,
sem que eu saiba como ou porquê,
acordam-me num sonho mágico...



 FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

6 comentários:

Daniel Costa disse...

OS sonhos sempre mágicos, sejam quais forem, mais os quiméricos.
Felizes Festas!...

Sofá Amarelo disse...

As palavras têm esse poder... o poder de brincar com outras palavras, o poder de proporcionarem um prazer inexplicável ou de censurarem... porque o poder das palavras é mágico, e muitas vezes as palavras chegam em forma de sonho...

Graça Pires disse...

A magia passa por aqui, Marta. Muito belo.
Desejo um Natal cheio de conforto e um Novo Ano com Saúde, Paz e Amor.
Um beijo.

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

Ailime disse...

Boa noite Marta,
Lindíssimo poema.
Desejo-lhe um Natal com muita paz e que 2016 lhe traga as maiores venturas.
Beijinhos,
Ailime

Agostinho disse...

É magia do som, Marta,
do arco que roça
a pele do violino.

Muito bonito por sinal,
como o cantas, tal e qual.

Bj