sábado, novembro 03, 2007

VOAR

Leveza
Leve é o pássaro:
e a sua sombra voante, mais leve.
E a cascata aérea
de sua garganta, mais leve.
E o que lembra,
ouvindo-se deslizar
seu canto, mais leve.
E o desejo rápido
desse mais antigo instante,
mais leve.
E a fuga invisível
do amargo passante,
mais leve.
Cecília Meireles
O meu comentário??
Situações complicadas...atrofiam-nos, impedem-nos de avançar...
Talvez tudo fosse mais fácil se pudessemos voar...
Isso seria fugir....
e fugir não é a melhor opção....
Observar a leveza
com que o pássaro se ergue no ar.....
Ajuda-nos...
A pensar.... a encarar...até a sorrir...
Porque a amargura não pode ficar enterrada no coração....

quarta-feira, outubro 31, 2007

FORMAS DE AMAR

Meu sonho



Parei as águas do meu sonho


para teu rosto se mirar.


Mas só a sombra dos meus olhos


ficou por cima, a procurar...


Os pássaros da madrugada


não têm coragem de cantar,


vendo o meu sonho interminável


e a esperança do meu olhar.


Procurei-te em vão pela terra,


perto do céu, por sobre o mar.


Se não chegas nem pelo sonho,


por que insisto em te imaginar?


Quando vierem fechar meus olhos,


talvez não se deixem fechar.


Talvez pensem que o tempo volta,


e que vens, se o tempo voltar.



de Cecília Meireles

O meu comentário??
Ficar presa a um amor que acaba...
Ler em tudo o que nos rodeia uma mensagem que lá não está...
O amor é mais forte do que a desilusão....
e não queremos sentir uma derrota..
Amar não é uma derrota....
É simplesmente deixar viver as emoções.............
O que está enterrado
e nunca teve oportunidade de falar.........
Sentir e aprender
que há muitas formas de amar alguém...
E desse alguém nos amar também..................
Sempre com carinho e respeito....................

domingo, outubro 28, 2007

GOTA DE ORVALHO

Cecília Meireles

Rosa

"Tu és como rosto das rosas: diferente em cada pétala.


Onde estava o teu perfume?


Ninguém soube.


Teu lábio sorriu para todos os ventos e o mundo inteiro ficou feliz.


Eu, só eu, encontrei a gota de orvalho que te alimentava,


como um segredo que cai do sonho..."




O meu comentário???

Há momentos que são únicos...

Porque simplesmente acontecem......................

Não estavam escritos nos desejos,

na palma das mãos ou nas estrelas

Tornam-se, por isso, preciosos...

raros...

Completam-nos....

Tudo tão simples como uma gota de orvalho.....

Para que não se desista de viver.........

SOM DA CHUVA

A chuva chove...
A chuva chove mansamente...como um sono
Que tranqüilize, pacifique, resserene...
A chuva chove mansamente...Que abandono!
A chuva é a música de um poema de Verlaine...
E vem-me o sonho de uma véspera solene,
Em certo paço, já sem data e já sem dono...
Véspera triste como a noite, que envenene
A alma, evocando coisas líricas de outono..."

Cecília Meireles
O meu comentário???
A chuva pode ser triste....
Ser encarada com o fim...
Trazer memórias inúteis...
Há sonhos brutais,
mas há também aqueles em que
nos sentimos parte do mundo........
Temos alma
e a chuva apenas nos acompanha..............
Um dia de chuva pode ser um dia inteiramente nosso.............
Sonhar, dançar, rir ao som da chuva..................