domingo, novembro 15, 2015

ALTO



Há muito que não te convido para o chá
Um chá do antigamente, cheio de regras
A mesa com a toalha imaculada,
com os scones, os bolos, a manteiga
dispostos artisticamente
Sem esquecer as flores
E a conversa decorre amena, discreta
Porque as senhoras não falam alto...



PRIDE DE DIEGO FERNANDEZ

4 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta, o modo como descreves uma sessão de chá é apresentar a poesia
a partir de uma mente, poeticamente, bem preparada.
beijos

AC disse...

Marta,
O mundo está a precisar, urgentemente, que as mulheres falem mais alto.

Uma boa semana :)

Sofá Amarelo disse...

As senhoras não falam alto e os cavalheiros também não, aliás, um verdadeiro cavalheiro é aquele que tira o cubo de açúcar com a pinça mesmo quando está sozinho... o ritual do chá deve ser sempre baseado nas tradições e no bom gosto, senão não é hora do chá mas sim hora de beber um bocado de água fervida...

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Um poema muito belo, mas que me passou uma outra ideia!
A do machismo que imperava noutros tempos que oprimiam o coração da Mulher e que em certa medida ainda hoje continua mas sob outras camuflagens!
Beijinhos e continuação de boa semana.
Ailime