quinta-feira, agosto 18, 2016

GRITO




Pouco importa
o que a noite escreve em mim...
Porque tudo o que sinto
é o deslizar das tuas mãos
pelo meu corpo num grito de prazer...




DE DORINA COSTRAS

7 comentários:

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Assim é o amor!
Lindo poema!
Beijinhos,
Ailime

Jaime Portela disse...

O prazer esconde tudo o resto...
Excelente poema, gostei imenso.
Marta, querida amiga, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Mariangela do lago vieira disse...

Somente o momento que importa, nada mais...
Assim é o amor!
Um bom dia bem feliz, Marta.
Beijos!
Mariangela

Sofá Amarelo disse...

Que importam as palavras de silêncio da noite, se há outras leituras que podem ser feitas através de gestos e intuições...

Mar Arável disse...

Há belos dias assim

Manuel Luis disse...

Sentido melhor? Não conheço!
Bjs

Agostinho disse...

O que fica para o dia é o retorno à noite do grito.
Belíssimo.
Bj