domingo, agosto 28, 2016

SOLTA



Não sei
Se o Amor anda para aí...
Se é feito de acasos,
se se esconde no Vento...
Só sei que o Amor se solta
nas memórias do dia
e se escreve num beijo...



"SLEEPWALKERS" ZENA HOLLOWAY

4 comentários:

Graça Pires disse...

O Amor, Marta... Já se disse tanta coisa sobre o amor. É bom senti-lo e dizê-lo, como neste poema...
Uma boa semana.
Beijos.

Sofá Amarelo disse...

A (in)sustentável leveza do Ser e das palavras soltas, pois é de palavras que se faz o vento que sopra o Amor nas memórias dos dias e dos beijos...

© Piedade Araújo Sol disse...

o amor anda sim por aí e é no beijo que melhor o encontramos..
gostei tanto!
beijinhos
:)

Ailime disse...

Boa noite Marta,
«Só sei que o Amor se solta
nas memórias do dia
e se escreve num beijo...
»
Num beijo se resume o amor.
Muito belo.
Beijinhos,
Ailime