segunda-feira, junho 01, 2009

SAUDADE

A Carta

Escrevo-te estas mal traçadas linhas, meu amor

Porque veio a saudade visitar meu coração

Espero que desculpes os meus erros por favor

Nas frases desta carta que é uma prova de afeição

Talvez tu não a leias mas quem sabe até darás

Resposta imediata me chamando de meu bem

Porém o que me importaé confessar-te uma vez mais

Não sei amar na vida mais ninguém

Tanto tempo faz,

que li no teu olhar

A vida cor-de-rosa que eu sonhava

E guardo a impressão

de que já vi passar

Um ano sem te ver,

um ano sem te amar

Ao me apaixonar,

por ti não reparei

Que tu tivestes só entusiasmo

E para terminar, amor assinarei

Do sempre, sempre teu...

Renato Russo

O meu comentário???

Uma carta em suspenso...

Nem a assino nem a envio...

Vou deixar ficar assim...

Dor ou esperança? Dois sentimentos contraditórios...

Reais em mim e sobre os quais...tantas vezes escrevi..

Talvez seja por isso que não vou terminar a carta...

Talvez o faça quando a ferida fechar...

Seja uma forma de pôr um ponto final numa relação que correu mal...

Porque, se fosse uma relação feliz...

Talvez não escrevesse a carta ou se o fizesse....

Não falaria na saudade....

5 comentários:

BC disse...

Muito linda a poesia embora não conheça o autor mas é sempre bom ler gente nova.
Beijo
Isabel

O Profeta disse...

Mil caminhos
Esta viagem sem velas nem vento
Este barco na bolina das ondas
Esta chuva miúda transborda sentimento

Amarras prendem o gesto
Arrocham um coração que bate incerto
Uma gaivota retoca as penas com espuma
Levanta voo em rumo concreto

Partilha comigo “100 Anos de Ilusão”


Mágico beijo

Secreta disse...

Bonita carta . Bonito sentido...

BC disse...

Com já comentei Marta, um Bom Fim de Semana para ti
Beijinhos

f_terapia disse...

Uma carta anunciando finalmente ter compreendido a distância que os separa para sempre. Um último grito de desespero antes de baixar os braços definitivamente.

Beijos