quinta-feira, janeiro 29, 2015

PERFEITAS



Hoje
sonho com as palavras perfeitas
Para uma história impossível
Envoltas em magia
Pois a bruxa não é má...
E a fada madrinha esconde
um lado negro...


TELA DE JEAN GABRIEL DOMERGUE

6 comentários:

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Palavras perfeitas quando brotam do coração!
A imperfeição tantas vezes disfarçada sob falsas aparências!
Magnifico poema!
Beijinhos e bom fim de semana.
Ailime

vendedor de ilusão disse...

Que sejam assim: perfeitas...

Nilson Barcelli disse...

Não há bela sem senão... e vice-versa...
Magnífico poema, gostei imenso.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Marta.
Beijo.

Sofá Amarelo disse...

As histórias não são impossíveis se vierem envoltas em palavras perfeitas com pedacinhos de magia... onde bruxas e fadas se cruzam nos sonhos de hoje e de sempre...

Graça Pires disse...

Palavras perfeitas para dizer que nada é o que parece: ou é melhor, ou é pior...
Gostei, Marta.
Um beijo.

Agostinho disse...

Gostei do contraponto.

As palavras, Marta,
pois,não há, as perfeitas,
como todas as coisas,
são de aperfeiçoar.