domingo, outubro 19, 2014

EXÍLIO



Esta noite,
escondo-me na escuridão
Porque me sinto frágil,
e nada tranquila...
Exilo-me na noite,
desvio o olhar do tempo
e esqueço-me...
Esta noite,
deixem-me ser
apenas uma sombra...



IMAGEM DE MARY QIAN

5 comentários:

Lídia disse...

Bonito o seu espaço!!!
Bom domingo
Lídia

Emília Pinto disse...

É assim algumas vezes...queremos solidão para conversarmos com o nosso eu; só ele poderá resolver a nossa inquitação. Beijinhos, Marta e uma boa semana
Emília

Sofá Amarelo disse...

É noite, não importa, neste silêncio há mais verdade, a noite é triste e tão sozinha, e as sombras mais não são que olhares exilados...

© Piedade Araújo Sol disse...

por vezes até somos, apenas, e só sombras...

:)

Agostinho disse...

O eterno refúgio da noite
angústias na ausência da luz
para que não se vejam
para que não existam.