segunda-feira, junho 06, 2005

O FIM DO ESPAÇO

FIM
O Fim
Sepulta em si mesmo
O que já não é, mas foi
O vazio de um talvez
E o silêncio de um Adeus
Memória de uma Lua - Nadina Carvalho
Creio que se há um "talvez", não é propriamente um fim!
Será o renovar do espaço, a procura doutras saídas, o reencontro com o próprio ser!
Quanto ao Adeus, o silêncio pode ser a palavra de ordem, mas encontra-se o silêncio noutras palavras, tão frias e crúeis como o largar tudo e andar sem olhar para trás!

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

O silêncio, muitas vezes, fala muito mais do que mil palavras, querida amiga! O importante é saber "ler" e "escutar" o que ele tem a nos dizer... :)
Muitos beijos, querida amiga!