terça-feira, agosto 09, 2005

MORTE

CALINO DE ÉFESO:

A morte virá no momento
Em que tenham urdido as Moiras,
Porque não está no destino de um homem
Escapar à morte, nem mesmo que a sua estirpe
Viesse dos deuses.

A verdade das coisas!
Li este verso no livro "As duas mortes de Sócrates" e achei interessante.
Sei que há pessoas que não aceitam bem a morte; talvez seja porque acham que a vida as tratou mal.
Sinceramente......só espero morrer em paz comigo mesmo e com o mundo!

2 comentários:

Carmem L Vilanova disse...

Marta querida amiga, desculpe-me a ausência dos últimos dias... estive aproveitando as férias do meu filho para estar mais tempo com ele e com sua irmazinha, mas já estou de volta a este nosso mundo.
Deixo-te muitos beijos e sorrisos!
E que história é essa de falar em morte? Falemos sobre a vida, que é mais agradável... :o)

Anónimo disse...

Discordo totalmente com a nossa amiga- a que fez o comentário. Normalmente, as pessoas evitam falar da morte, mas pk?? até porque esta é a única certeza que temos na vida e da qual não podemos fugir...
Assim,a morte faz parte do ser humano e vive d "mãos dadas" com qualquer um de nós. Evitar dela n a faz desaparecer...