quarta-feira, abril 05, 2006

RESISTIR A TUDO

Meu amor, meu amor, porque foi
que viemos a nos abandonar um ao outro;
como é que eu e tu deixámos que entre nós
se interpusesse esta aparência de abandono?
Nuno Bragança - Directa
O meu comentário?
Amam-se totalmente!
Sem dúvidas; sem qualquer sombra
e têm certeza absoluta disso.
A união está selada; está concluída;
resistirá a tudo - até ao tempo!

Sem comentários: