sexta-feira, agosto 18, 2006

TORRENTE

A ternura é dar-se sem moderação, é
tornar-se semelhante a uma torrente de
bondade e de amor
Autor Desconhecido
O meu comentário?
E foi assim que me deu....
Sei que o sentiste também e
porque é que agora recuas?
Abri os meus braços e o meu coração
e nada mais em troca peço!
Mas, se dúvidas ou medo tens, nada por ti posso fazer.....................................

2 comentários:

Jofre Alves disse...

Volto com agrado a este blogue, como apreciador de poesia, e também porque este espaço é interessante e agradável visitá-lo.

.*.Magia.*. disse...

Está muito bem dito, afinal Amar é abraçar com força sem fechar os braços!...

Beijinhos para ti