domingo, setembro 03, 2006

OCUPAR

.............
Mas vão-se tingindo com o teu amor
as minhas palavras.
Ocupas tudo, amada, ocupas tudo.
Vou fazendo de todas um colar infinito
para as tuas brancas mãos,
suaves como as uvas
Pablo Neruda - Vinte Poemas de Amor e Uma canção desesperada
O meu comentário?
Também eu pintei as minhas palavras com o amor que te dediquei,
lembro-me de cada um dos teus sorrisos e sussuros.............
No entanto, não sei se te "ocupei" verdadeiramente...........
Só sei que tu me "ocupaste".....................................................

3 comentários:

DE PROPOSITO disse...

Este 'ocupaste' tem um sentido figurado. É evidente que ninguém ocupa ninguém. Se dissesses a palavra incomodar ou desincomodar, isso creio que acontece, e muitas vezes sem o percebermos.
Fica bem.
Manuel

Bel disse...

Porque as vezes alguem nos possuem por completo. em vez do corpo a alma.
beijo e boa semana

Pierrot disse...

E é tão bom ter essa recordação.
Ás vezes é quanto basta...
Bjos daqui
Eugénio