terça-feira, agosto 28, 2007

FÁCIL

Não posso adiar
ainda que a noite pese séculos sobre as costas
e a aurora indecisa demore
não posso adiar para outro século da minha vida
nem o meu amor
nem o meu grito de libertação.
Não posso adiar o coração
António Ramos Rosa (excerto)

O meu comentário??
Sim, para quê ignorar a voz do coração???
Impedir que se entregue totalmente ao amor....
Para quê viver na mágoa, no arrependimento?
Viver o amor livremente....
longe da indecisão,
do peso das convenções...
Dar todas as oportunidades ao amor...
desistir apenas quando tudo se esgota........
Tudo seria mais fácil...

4 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

O coração tem uma voz suave, melodiosa, doce... quem não sabia ficou a saber!

Carol Baumgarten disse...

O Amor pode ser difícil mas não há nada melhor ou mais doce.

Naty disse...

Olá para mim o Amor correspondido é a coisa mais bonita que existe na vida das pessoas.
bjs naty

Thunder disse...

«Não posso adiar mais o amor»...adoro este poema.Bela escolha.