quarta-feira, setembro 26, 2007

ESTAR SEM SONHOS

Caminho sem pés e sem sonhos

Caminho sem pés e sem sonhos

só com a respiração e a cadência

da muda passagem dos sopros

caminho como um remo que se afunda.

os redemoinhos sorvem as nuvens

e os peixes para que a elevação e a profundidade se conjuguem.

avanço sem jugo e ando longe

de caminhar sobre as águas do céu.


Daniel Faria



O meu comentário???

Sem rumo...
Sem sonhos....
Perdido na vida....
num beco sem saída.............
Acomodado a uma rotina,
assustado quando algo a quebra....
Porquê tanta tristeza?
Tanta desilusão?
Caminhar pela vida sem objectivos......
Sem amor....
Apenas se atraí a morte mais depressa...

3 comentários:

Sol da meia noite disse...

Caminhar sem chão, sem linha do horizonte...

Acredita que já assim caminhei.
Mas há sempre uma saída...

Muitos beijinhos, Marta!

DE-PROPOSITO disse...

Creio que ninguém caminha sem sonhos. Se isso acontecer, é o fim da vida.
Fica bem.
Um beijinho para ti.
Manuel

carla granja disse...

olá! por vezes há caminhos k nos aparecem na frente k a gente pensa k não vai haver saída ,mas com força de vontade e deixando os pensamentos menos bons para trás tudo se consegue:) hoje e para despedida final do verão , pois hje ainda teve calor deixo um poema refrescante:) espero k o venhas lêr e k gostes:) se bem k acho k neste exagerei um bocado :)
bjo,amiga
carla granja