terça-feira, janeiro 01, 2008

PESOS E MEDIDAS

Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros."



Clarice Lispector



O meu comentário???

A alma vive, procura-se....

Contraria a própria razão....

Chora....

Ausenta-se de si própria....

Viver é viver todas as etapas - amargura, ansiedade, desespero...

Luto, alegria, dor e alegria...

Jogar com tudo e saber perder com dignidade...

Ganhar com humildade....

5 comentários:

tufa tau disse...

... porque a vida é feita de todos os pormenores.

abraço





feliz 2008
cheio de alma, vida, luz, som, cor...

Pekenina disse...

Detalhes que todos temos: em palmas da mão, em sorrisos, em rugas...em qualquer lugar :)
Beijos grandes

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt disse...

quando na nossa alma carregamos as coisas bos da vida ,ela nunca se torna pesada . tenhoum poema novo se kiseres passa por cá
bjo
carla granja

Charlie disse...

Jogar com tudo e saber perder com dignidade...

Ganhar com humildade...


Nestes tempos de soberba e desenfreio do triunfo do eu sobre o afecto, ler estas linhas é um bálsamo para os que só sabem fazer do perder sempre o seu modo de vida.

Gerlane disse...

É isso aí, cara escritora! Saber vivenciar todos os momentos da vida:os bons e os ruins, eis o grande desafio que sempre enfrentaremos.
Todavia, como já disse o grande Fernando Pessoa: "Tudo vale a pena, se a alma não é pequena!"

Beijos!