quarta-feira, abril 15, 2009

EM MIM

Quero apenas cinco coisas..




Primeiro é o amor sem fim




A segunda é ver o outono




A terceira é o grave inverno




Em quarto lugar o verão




A quinta coisa são teus olhos




Não quero dormir sem teus olhos.




Não quero ser... sem que me olhes.




Abro mão da primavera para que continues me olhando.







O meu comentário????


Ah, sim

Também quero sentir o teu olhar

Em mim

Na minha alma....


Enroscar-me nesse amor sem fim

Sentir-me aconchegada

No teu olhar....


Verão, Outono, Inverno, Primavera

Apenas mudam as estações

A intensidade, o brilho, o desejo do teu olhar

Para sempre

Em mim.....

5 comentários:

DE-PROPOSITO disse...

Abro mão da primavera para que continues me olhando
----------------
Que bom! Poder sentir-se o olhar de alguém que se ama (deseja).
Fica bem.
E a felicidade juntinho de ti.
Um beijinho.
Manuel

entremares disse...

A primavera continua a ser os olhos da vida...

Alvaro Gonçalves disse...

Querida Marta, mais uma vez trazes contigo um maravilhoso poema desta vez de Neruda. Amei e como sempre a tua conclusão é linda, obrigado minha amiga.
Beijos e boa noite pois já se faz tarde por hoje, mas não podia deixar de aqui passar meu anjo.

Graça Pires disse...

Abro mão da primavera para que continues me olhando... Lindíssimo!
Beijos.

so lonely disse...

"sempre" é uma palavra. será uma realidade?